No nono dia seguido de ataques no Ceará, o clima em Fortaleza continua sendo de medo e preocupação. Até toque de recolher chegou a ser imposto por criminosos em bairros da capital.

Até esta quinta-feira (10), foram registrados, oficialmente, 180 ataques criminosos no Ceará. Apesar da redução do número de atentados nos últimos dias, a população teme que as ocorrências continuem.
Criminosos aplicam toque de recolher em alguns locais do Ceará
No fim da noite, criminosos detonaram uma bomba no viaduto de Messejana, na zona sudeste de Fortaleza. A explosão provocou uma pequena cratera no chão e a pista foi interditada pela polícia.


Moradores de bairros mais afastados do centro da capital cearense relataram, sob a condição de anonimato ao “Estadão“, que bandidos ligados à facções do crime organizado continuam impondo toque de recolher dentro dos bairros.

Os criminosos têm chegado até a queimar lâmpadas dos postes de iluminação pública para impedir a visibilidade no momento dos ataques, que têm acontecido na madrugada.

Além da Guardiões do Estado (GDE), famosa facção criminosa criada no Ceará, o Primeiro Comando da Capital (PCC) e o Comando Vermelho (CV) também atuam nos presídios cearenses e têm sido responsáveis pelos ataques.
© Copyright 2019 - | Todos os direitos reservados. Policial plantão polícia-190 | Responsável pelo portal Luciano Almeida
Loading...

Mostrar Comentários Não mostra os comentários

Disqus Comments