© Copyright 2019 - | Todos os direitos reservados. Policial plantão polícia-190 | Responsável pelo portal Luciano Almeida

Um dos membros mais antigos da facção Primeiro Comando da Capital (PCC) no Ceará, José Wilson Trajano de Almeida, será julgado, hoje, na 1ª Vara do Júri de Fortaleza, por um duplo homicídio ocorrido em junho de 1998, no município de Tabuleiro do Norte. Conforme o processo, o réu e seu bando cercaram uma casa, na localidade de Barra do Feijão, e executaram Antônio Edmílson Holanda Moreira e Edivanir Freire Galvão. Quatro familiares das vítimas foram feridos, mas sobreviveram.
tabuleiro do norte

Loading...

O alvo da quadrilha era Antônio Edmílson, que era um dos pistoleiros de Wilson, mas teria saído do bando e estava dando informações sobre o grupo. A vítima era acusada de matar um subtenente da PM, em 1994.

Testemunhas da morte de Edmílson e Edivanir disseram ter ouvido cerca de 200 disparos. A quadrilha fugiu em um Ford Pampa. O inquérito policial conseguiu identificar os culpados e o Ministério Público do Estado (MPCE) denunciou Wilson Trajano, Euclides Elias Cazuza, João Pinheiro Maia, Osterne Maia e Francisco Idney de Lima Oliveira. Apenas Wilson Trajano está vivo atualmente. A defesa do réu nega que ele tenha participado do crime.

Ele é acusado de homicídios, sequestros e roubos a instituições financeiras, além de ser apontado como o líder de rebeliões e fugas no sistema penitenciário cearense. Fonte DN
Loading...

Mostrar Comentários Não mostra os comentários

Disqus Comments
kkkk