Search here and hit enter....

'A esquerda chora', diz Eduardo Bolsonaro sobre prisão de Battisti

A prisão do italiano Cesare Battisti, capturado na noite deste sábado em Santa Cruz de La Sierrana, na Bolívia, movimentou as redes sociais do presidente Jair Bolsonaro e do deputado federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Ainda durante a madrugada, o primeiro a se manifestar pelo Twitter foi o filho do presidente, citando setores da esquerda.

"Assassinou policial, matou pai na frente do filho, atirou e deixou homem paralítico, foi condenado a prisão perpétua por 4 homicídios qualificados e fazia parte do grupo terrorista de esquerda na Itália PAC (Proletários Armados para o Comunismo). "Ciao Battisti", a esquerda chora!" - publicou o deputado.
'A esquerda chora', diz Eduardo Bolsonaro sobre prisão de Battisti

Em seguida, Eduardo, em nova postagem, escreveu que o terrorismo não pode receber o mesmo tratamento que um crime comum:

"A Itália só teve "anos de chumbo" porque antes teve anos de terrorismo. Bombas, autoridades sequestradas, assassinatos políticos e etc. Não dá para combater terrorismo como se fosse crime comum".

Já o presidente Jair Bolsonaro parabenizou os policiais envolvidos na captura de Cesare Battisti, aproveitando para fazer uma relação entre o terrorista italiano e o PT.

"Parabéns aos responsáveis pela captura do terrorista Cesare Battisti! Finalmente a justiça será feita ao assassino italiano e companheiro de ideais de um dos governos mais corruptos que já existiram no mundo (PT)"
Deixe aqui seu comentário! ()