Não é à toa que o brasileiro Charles do Bronx vem chamando a atenção dos fãs da luta pelo mundo. Recordista de número de finalizações na principal organização de MMA do mundo, 12 no total, o peso-leve está oficialmente escalado para atuar no UFC Fortaleza, dia 2 de fevereiro, no Centro de Formação Olímpica (CFO). Charles vai encarar o sueco David Teymur, em duelo que promete fortes emoções e adrenalina.

Isso porque o oponente do brasileiro tem tudo para ser um de seus maiores desafios dentro do evento. Teymur está invicto no UFC, com cinco vitórias seguidas, a última contra Nik Lentz, em junho do ano passado. Ao todo, no MMA, ele tem oito vitórias e apenas uma derrota na carreira, justamente quando fez a sua estreia.

Com um estilo agressivo, que não deixa o adversário sequer respirar, o sueco tem se destacado em suas apresentações, na maioria das vezes com um poder de nocaute impressionante.

Mas Teymur tem motivos, também, para se preocupar, já que enfrenta Charles do Bronx no melhor momento de sua carreira. O brasileiro vem de três vitórias seguidas e na última vez que lutou, em dezembro de 2018, foi incontestável na sua melhor arma, quando venceu o americano Jim Miller com mata-leão, com apenas 1min15s do primeiro round.

Pedido

Logo depois da vitória, que lhe rendeu mais um prêmio de "performance da noite", ele falou em entrevista que estaria disposto e lutar no card de Fortaleza, tendo seu pedido atendido e confirmado pelo presidente do Ultimate, Dana White, nessa quarta (9). Charles do Bronx tem um cartel de 25 vitórias, oito derrotas e uma luta sem resultado.

Charles do Bronx é escalado para lutar no UFC Fortaleza
Com a luta de Charles do Bronx confirmada, o UFC Fortaleza já conta com 12 duelos no card. A luta principal do evento será a revanche entre Raphael Assunção e Marlon Moraes, pela categoria peso-galo. O vencedor deste duelo será o próximo desafiante ao cinturão da divisão.

Já na coluta principal, o ex-campeão do peso-pena, José Aldo, encara outro brasileiro, Renato Moicano, em combate que pode encaminhar o "title shot" da categoria.

Demian Maia e o cearense Thiago Pitbull Alves também lutarão no evento. Fonte DN

Charles do Bronx é escalado para lutar no UFC Fortaleza

Não é à toa que o brasileiro Charles do Bronx vem chamando a atenção dos fãs da luta pelo mundo. Recordista de número de finalizações na principal organização de MMA do mundo, 12 no total, o peso-leve está oficialmente escalado para atuar no UFC Fortaleza, dia 2 de fevereiro, no Centro de Formação Olímpica (CFO). Charles vai encarar o sueco David Teymur, em duelo que promete fortes emoções e adrenalina.

Isso porque o oponente do brasileiro tem tudo para ser um de seus maiores desafios dentro do evento. Teymur está invicto no UFC, com cinco vitórias seguidas, a última contra Nik Lentz, em junho do ano passado. Ao todo, no MMA, ele tem oito vitórias e apenas uma derrota na carreira, justamente quando fez a sua estreia.

Com um estilo agressivo, que não deixa o adversário sequer respirar, o sueco tem se destacado em suas apresentações, na maioria das vezes com um poder de nocaute impressionante.

Mas Teymur tem motivos, também, para se preocupar, já que enfrenta Charles do Bronx no melhor momento de sua carreira. O brasileiro vem de três vitórias seguidas e na última vez que lutou, em dezembro de 2018, foi incontestável na sua melhor arma, quando venceu o americano Jim Miller com mata-leão, com apenas 1min15s do primeiro round.

Pedido

Logo depois da vitória, que lhe rendeu mais um prêmio de "performance da noite", ele falou em entrevista que estaria disposto e lutar no card de Fortaleza, tendo seu pedido atendido e confirmado pelo presidente do Ultimate, Dana White, nessa quarta (9). Charles do Bronx tem um cartel de 25 vitórias, oito derrotas e uma luta sem resultado.

Charles do Bronx é escalado para lutar no UFC Fortaleza
Com a luta de Charles do Bronx confirmada, o UFC Fortaleza já conta com 12 duelos no card. A luta principal do evento será a revanche entre Raphael Assunção e Marlon Moraes, pela categoria peso-galo. O vencedor deste duelo será o próximo desafiante ao cinturão da divisão.

Já na coluta principal, o ex-campeão do peso-pena, José Aldo, encara outro brasileiro, Renato Moicano, em combate que pode encaminhar o "title shot" da categoria.

Demian Maia e o cearense Thiago Pitbull Alves também lutarão no evento. Fonte DN

Nenhum comentário