Tecnologia do Blogger.

Últimas Notícias

Menino de 12 anos improvisa bateria com baldes e tijolos e faz sucesso em Quixadá

Claudivam da Silva Florêncio tem 12 anos de idade, mas desde os seis improvisava latas e as transformava em instrumento musical. Fascinado pelo ritmo do forró e a ideia de ter uma bateria, ele criou um equipamento com embalagens de manteiga de três quilos, além de tijolos e peças de bicicleta para se apresentar em eventos da cidade de Quixadá. O menino se tornou famoso na Região. Policiais militares que participam do projeto Quartel de Portas Abertas conheceram a história de Claudinho, como é chamado, e deram início a uma campanha pela tão sonhada bateria.
menino-de-12-anos-improvisa-bateria-com-baldes-e-tijolos-e-faz-sucesso-em-quixada

O sargento da PM Cleilton Siqueira diz que conheceu a história de Claudinho depois que foi até o bairro da Bela Vista fazer uma entrega de cestas básicas. O PM que é um dos que mantém vivo o projeto Quartel de Portas Abertas, em Quixadá, diz que o trabalho social atende crianças de bairros próximos com aulas de capoeira, karatê, vôlei e futebol.

A auxiliar de serviços gerais, Cleidiana Alves de Sousa, 35 anos, trabalhou no quartel de Quixadá em 2015 e entrou em contato com o sargento Cleilton para ajudar o menino por meio do projeto. Ela diz que desde que a história do menino se espalhou pela cidade muitas promessas de presentear Claudinho com uma bateria surgiram, mas depois eram esquecidas. O garoto ficava cheio de esperança, mas a bateria não chegava. Cansados de esperar, ela e o sargento se reuniram e criaram a campanha.

“Desde os seis anos ele tem esse dom. Pegava umas latas e usava como tambor. Ele mora com a mãe e os avós em uma casinha de taipa e quando as bandas vão tocar ele pede para usar a bateria, mas nunca deixam tocar mais que uma música. Uma vez teve uma apresentação cultural em um evento da Prefeitura e ele foi chamado. Rebolamos os tijolos e as latas no carro e montamos em cima do palco”, diz Cleidiana.

O objetivo da campanha é juntar para comprar uma bateria para o menino. Durante uma pesquisa, Cleide diz que encontrou um instrumento usado de R$ 1.500 e que recebeu uma doação de produtos para cabelo, que será o brinde de um bingo. Ela espera que até o dia 16 de agosto, data que Claudinho completa 13 anos, possa presentar o menino com a bateria.

Projeto Quartel de Portas Abertas
No quartel da 1ª Companhia do 9º Batalhão da Polícia Militar (BPM), as atividades acontecem de segunda a sexta-feira, no período da tarde. O único requisito são as boas notas na escola, que são avaliadas a cada três meses. Na maçonaria, localizada no bairro Alto de São Francisco, as aulas de capoeira acontece nos dias de segunda e quinta-feira, a partir das 19 horas. Dias de quarta e sexta-feira as aulas são de judô.

Contatos para doações:
(88)99349.0406 Cleide

(88) 99816.6644 sargento PM Cleilton